Pills For Insanity - Um modo de vida

Ola Terrestres!

Poderíamos começar a dizer "Ah então fiz um blog para me sentir um ser repleto de qualidades amadas pela sociedade hipócrita em que vivo, pelo que vou dizer aquilo que todos querem ouvir e tornar-me uma cópia de tu, ele, ela, eles, elas, nós e vós..."
Infelizmente, hoje em dia, o ser diferente não é sinónimo de ser fixe mas de ser "esquisito"...
Nós mandamos os preconceitos com o caralho e epa a sinceridade que aqui anda, tornou o nosso blog, uma comédia gratuita.
Então, acima de tudo é cagar pra geração morangos com açucar e pro "totil fixe esse teu look de calças a 100euros que rasgas de propósito para o ar cool"
Ser miserável rula, é ter calças rasgadas porque nos espalhamos ao comprido ou rotas porque não temos a naftalina no combate à traça. Ser miserável era o ontem, o não se pentear, o usar a primeira tshirt que aparece no chão ou em cima da cama (só convém dar uma cheirada para ver se o odor é tolerável e pros outros se aguentarem ao pé de nós). É ouvir aquela música, não porque tá na moda, mas porque é algo muito superior, muito real. É comer, beber, sujar-se, arrotar, ser fiel a si mesmo e não ser amigo dos ditos "indivíduos que são bue da cena" só para parecer cool. É sermos como somos e aceitarmos essas diferenças. É o ser único, nem que muito parvos mas acima de tudo, é gostar de ser diferente.
Just for the record!



"Who are you to wave your finger?
You musta been out of your head!
You musta been… so high!"





Coisas paranormais

Boas, meus estúpidos. Sim, porque só estúpidos é que lêem estas barbaridades mais estúpidas ainda. Bem, mas não foi para vos chamar de estúpidos que eu vim aqui fazer, porque estúpidos já vocês sabem que o são. Adiante...
A razão que me traz aqui, é uma coisa que me anda a fazer um bocado de confusão nesta minha cabeça ainda mais confusa.
Há uma rua numa cidade em que eu frequento bastante, que é a descer para quem vem de cima e a subir para quem vem de baixo(um pormenor importante) que cada vez que eu lá passo(vindo sempre de cima [ou seja a descer]) apaga-se a luz de um certo candeeiro exactamente no momento em que lá passo. A primeira vez que isto me aconteceu eu não liguei, a segunda eu não liguei, a terceira eu não liguei, a quarta também não liguei e a última, por acaso também não liguei muito. Irrita-me bastante e sinto-me ofendido porque uma pessoa precisa daquela luz, ainda por cima é numa curva perigosa com uma passadeira na mesma e o raio da luz insiste em apagar-se sempre que minha pessoa lá passa.
Eu já pus em questão: "Será que emano energias negativas para o tal candeeiro de maneira a que ele se apague sempre?! ". Nahhh, impossível, sempre que lá passo estou feliz da vida. Uma pessoa feliz não emana energias negativas. Só pode ser qualquer coisa de paranormal, espíritos ou fantasmas( que por acaso são a mesma coisa) ou até demónios, a certa é que porém nunca me fizeram mal, só me apagam a luz.
Achei importante vos relatar tal acontecimento porque meus amigos...
ELES AI ANDAM

Marketing Feminino

1) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Chegas perto dele e dizes-lhe:
- Sou um fenómeno na cama.

Isto é Marketing Directo.

2) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Um dos teus amigos chega perto dele e diz-lhe:
- Aquela mulher é um fenómeno na cama.

Isto é Publicidade.

3) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Pedes-lhe o número de telemóvel. No dia seguinte ligas-lhe e dizes:
- Sou um fenómeno na cama.

Isto é Telemarketing.

4) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Tu reconheces este homem. Chegas mais perto dele, refrescas a sua memória e dizes-lhe:
- Lembras-te como sou fantástica na cama?

Isto é Customer Relationship Management.

5) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Levantas-te, arranjas o vestido, aproximas-te dele e ofereces um copo. Dizes-lhe como é bom o seu perfume, das-lhe os parabéns pela sua boa aparência.
Ofereces-lhe um cigarro e dizes-lhe:
- Sou um fenómeno na cama.

Isto é Public Relations.

6) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Ele chega perto de ti e diz-te:
- Ouvi por aí que és um fenómeno na cama.

Isto é Branding, o Poder da Marca.

7) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
Chegas perto dele e dizes-lhe:
- Sou um fenómeno na cama, mostrando-lhe um peito.

Isto é Merchandising.

Marketing Masculino:

1) Estás numa festa e vês uma gaja toda boa.
Chegas perto dela e dizes-lhe:
Sou um fenómeno na cama e resisto toda a noite sem parar.

Isto é Publicidade Enganosa e........... é punida por lei.